Centro de Convívio de Grândola

O projeto de Aires Mateus está gerado por meio de operações geométricas que articulam o programa.

Fotografia Nelson Garrido

O reconhecido escritório português Aires Mateus foi fundado pelos irmãos Manuel e Francisco Aires Mateus em 1988 na cidade de Lisboa. A consolidada trajetória o escritório se fundamenta em uma grande quantidade de obras cujo caráter abstrato é continuamente influenciado pelas operações espaciais, resultantes do trabalho com a matéria e com o vazio.

Fotografia Nelson Garrido
Fotografia Nelson Garrido

O contexto em suas distâncias, alinhamentos e escala define o volume do Centro de Convívio de Grândola. O programa determina o projeto. Um centro de convívio para grandes reuniões ou pequenos grupos no dia-a-dia.

Térreo
Elevações
Cortes

O teto, em sua variação e geometria responde ao programa. Uma completa transparência horizontal une todo o espaço, que como vivência se diferencia pelo “peso” dos vazios verticais.

Fotografia Nelson Garrido
Fotografia Nelson Garrido

As funções de apoio dão espessura à parede externa. A sua imagem é determinada pela interação do sistema espacial com a fachada habitada.

Fotografia Nelson Garrido

O Centro de Convívio de Grândola foi publicado na PLOT 42 junto com outras obras do escritório, acompanhadas por uma entrevista a Manuel Aires Mateus.

Clique aqui para assinar a PLOT com um 20% de desconto e envio grátis!

Arquiteto principal , , , , , , , , , , , , , , , , , . , . , , , .

Coordenador  Jorge P. Silva

Colaboradores  Marco Campolongo, Matteo Foresti, Előd Golicza

Área  670 m²

Localização Grândola, Portugal

Anos  2011-2012 (projeto), 2012-2016 (construção)

Construção Manuel Mateus Frazão

Projetos complementares Axial / Três Cês (engenharia)

Cliente  Santa Casa da Misericórdia de Grândola

 

Fotografia  Nelson Garrido