Deaconry Bethanien

O edifício de E2A / Piet Eckert und Wim Eckert Architekter está composto por uma infraestrutura complexa que articula uma série de programas diversos.

Fotografia Pablo Casals Aguirre

O edifício Deaconry Bethanien está composto por um conjunto complexo de funções interrelacionadas. Esta configuração surgiu da necessidade de coordenar os programas de enfermaria e assistência, em particular no que diz respeito à extensa infraestrutura necessária para criar a maior sinergia possível. Nesse sentido, o programa inclui uma unidade de cuidados paliativos, uma creche, um centro médico especializado, salas de aula, áreas de serviço e um hotel com uma sala de conferências, um bar e um restaurante. Uma infraestrutura completa e eficiente presta serviços a todas estas funções.

O volume plano do edifício pode ser interpretado como um gesto individual, enquanto sua forma ortogonal joga com as tipologias presentes no tecido urbano circundante, caracterizado pela presença de fábricas e galpões industriais. As relações diagonais que resultam desta estratégia criam as bases da estrutura dos espaços exteriores.

Fotografia Pablo Casals Aguirre
Térreo
Planta tipo
1° andar
4° andar
7° andar
9° andar

Alguns espaços contam com circulações verticais autônomas, que permitem executar operações paralelas e simultâneas sem causar conflitos entre os diferentes usos. A interação de elementos pragmáticos dá como resultado um térreo bem conectado com o espaço ao redor. As próprias funções criam um destino público animado pela atividade do local, dando ao espaço uma atmosfera urbana.

Fotografia Rasmus Norlander
Fotografia Rasmus Norlander

A forma comprida do volume beneficia a organização das plantas. A planta foi concebida com uma área central linear e paredes estruturais perimetrais, o que eliminou a necessidade e colunas e permitiu que ela pudesse ser configurada de várias formas. Em resposta à sequência vertical das funções, foi criada uma estrutura robusta com um alto nível de flexibilidade. A fachada recebe um tratamento consistente em cada lado, com padrões repetitivos de janelas fixas e esquadrias de correr externas.

Fotografia Rasmus Norlander
Fotografia Rasmus Norlander

De maneira similar à estrutura das plantas, cada um dos diversos elementos do programa se manifesta através do uso das aberturas, gerando mudanças na fachada do edifício, aparentemente estática.

Fachada leste (esquadrias abertas)
Fachada leste (esquadrias fechadas)
Corte transversal
Fachada norte

As venezianas deslizantes da fachada, que podem se ajustar de maneira individual, criam uma variedade lúdica, permitindo que o quadriculado das janelas desapareça temporariamente, insinuando uma variedade de funções que existem de forma simultânea.

Clique aqui para assinar a PLOT com um 20% de desconto e envio grátis!

Arquiteto E2A / Piet Eckert und Wim Eckert Architekter

Equipe de projeto  Piet Eckert, Wim Eckert, Mirko Akermann, Tânia Roque, Moisés García Álvarez, Anna Otz, Tobias Weise, Andrea Brandén, Dustin L. Bush, Behzad Farahmand, Kamil Hajji, Susana Loureiro, Valentino Sandri, Rafal Wójcik, Sven Löfvenberg

Área  18.273 m2 (construída)

Localização  Buckhauserstrasse 34, Zurique, Suíça

Anos  2011-2017 (projeto), 2013-2017 (construção)

Administração da construção  Caretta+Weidmann

Projetos complementares  Neuland ArchitekturLandschaft (paisagismo), Urech Bärtschi Maurer (estruturas), Feroplan Engineering (fachada), Todt Gmür + Partner (instalações mecânicas), Neukom Engineering (instalações sanitárias), R+B Engineering (instalações elétricas), Raumanzug (física aplicada à construção), AFC Air Flow Consulting (instalações contra incêndios), Axet (planejamento gastronômico)

 

Fotografía  Rasmus Norlander, Georg Aerni, Pablo Casals Aguirre